The booth at the end (minisérie 2011)

The Booth at the end é uma minisérie que eu descobri, por acaso, no catálogo da Netflix. Esta é constituída por 2 temporadas, cada uma com 5 episódios de 20 minutos. Apesar de a segunda temporada ser bastante inferior à primeira, é uma minisérie que vale a pena recomendar.

Um homem misterioso senta-se na mesa do canto de um restaurante, concedendo aos visitantes os seus maiores desejos. Em troca, eles têm de realizar uma tarefa indicada por ele. 

A série decorre toda num único local, o café/restaurante onde o "The Man" atende as várias pessoas. No entanto, este facto não funciona como uma limitação pois a série consegue criar com sucesso uma atmosfera de tensão e mistério recorrendo para isso aos vários diálogos entre as personagens e não a cenas de acção propriamente ditas. 

Outro ponto interessante desta série acaba por ser a própria personagem do Homem. Ao longo da série vamos questionando-nos se ele é apenas alguém comum que quer ajudar as pessoas, e que acaba por funcionar mais como um psicólogo, ou se ele possui mesmo poderes sobrenaturais. Ele é, sem dúvida, um figura bastante enigmática e cativante.


No fundo, não interessa bem quem consegue completar as suas tarefas. O mais interessante acaba por ser o percurso destas personagens ao longo da série, ver quais são os seus conflitos interiores e o que aprendem sobre si mesmos durante esta viagem. Estas personagens soam bastante autênticas e, em muitos casos, é fácil colocarmo-nos no seu lugar.


Infelizmente, a segunda temporada não me conquistou como a primeira. As histórias das várias personagens não são tão interessantes e o "The Man" perde também um pouco do seu carisma e mistério. Uma personagem importante da primeira temporada assume um papel diferente na segunda e esta foi uma alteração que não gostei. De algum modo, a série perde um pouco do encantamento que a caracterizava e acaba por se tornar um pouco aborrecida nalgumas partes.


Concluindo, esta é, sem dúvida, uma série muito intrigante e que facilmente prende a nossa atenção. Recomendo imenso a primeira temporada! Já a segunda, eu diria que podem dispensar ;)


Classificação 1ª temporada: ★★★½

Classificação 2ª temporada : ★★☆☆☆½



Share:

0 comentários